quinta-feira, agosto 11, 2005

Cigarras

O calor aperta lá fora e o ar parado da Pseudo-cidade vibra com o canto das cigarras. A inércia instala-se. Eu sei que tenho que sair daqui, mas não consigo. A ideia de partir para a odiada Vilazinha mantem-me presa ao sofá, à cadeira, à cama. Tenho que engomar a roupa e fazer as malas. Devia partir hoje, mas já sei que não vou. Amanhã.

1 comentário:

Mãezite disse...

Boa viagem!! Tenta divertir-te na detestada vilazinha.... beijinho