sexta-feira, abril 07, 2006

A cama

O meu João armou-se em super-herói aqui há dias e voou do sofá do meu quarto para a minha cama. Aterrou em segurança, sem grande estardalhaço e gostou tanto do vôo que o repetiu várias vezes. Eventualmente os parafusos da trave da cama cederam e produziram o barulho desejado. O super-herói levou um super-castigo e o pai foi chamado de urgência para ajudar a arranjar a cama, sob pena de não ter onde dormir.
Tudo foi solucionado, ou pelo menos eu achava que sim.
Esta noite, às 5 da manhã, tenho aquele sonho recorrente, vocês sabem, aquele em que parece que estamos a cair, só que acompanhado de um "crash" que me acordou completamente. De facto, tinha mesmo caído. Às 5 da matina ninguém se vai pôr a arranjar nada, pelo que o Jp mudou para a cama do quarto do João (para não fazer tanto peso) e eu passei o resto da noite a sonhar com escorregas e a acordar no fundo da cama. Não estou no melhor dos humores.

4 comentários:

Mãezite disse...

Tu podes não estar no melhor dos humores mas olha, eu fartei-me de rir!!

perola&granito disse...

Bom fim de semana :o)

Vitor disse...

absolutamente compreensivel

Com Traste disse...

Isto é o que se chama um sonho "tecnologicamente" avançado à semelhança dos cinemas interactivos do futuroscope!

PS: Parabéns, este foi mesmo um blog radiofónico!