quinta-feira, junho 15, 2006

Depressão

Dizia a pequena do Tempo, na televisão, que se tinha instalado uma depressão na Península Ibérica. Cheia de razão. A começar pela deprimente greve de ontem, que me fez sentir frustrada pela desunião da classe. Não quero saber se valem os números dos sindicatos se os do ministério. Ainda há pessoas para quem o dinheiro deste mês é mais real que o Estatuto do futuro.
Depois foram os planos furados. Queria ir ver a minha Pipoca, mas o Jp teve que estudar, o João tinha uma festa de anos, a Sofia um fim-de-semana numa outra vila perto do mar, a Norte, onde o vento veraneia e não me apeteceu ir sozinha. Vou Sábado, Pipoca!
A meio da tarde a Sofia veio recambiada. O Avô decidiu meter-se em limpezas e molhou os colchões. Voltou tristonha, com o fim-de-semana estragado e contrariada. Lá a alegrei com a promessa da visita à prima no Sábado e um bolo para esta tarde. Fizémo-lo juntas. Está com um aspecto deprimente e nunca mais larga o forno. Parece que a depressão se instalou mesmo.

8 comentários:

Vodka e Valium 10 disse...

Mais deprimente que ver um bolo a crescer no forno é entreter-me a ver a evolução dos downloads.

Mamaíta disse...

O bolo terá sido uma das minhas receitas??!! Espero que nao...
Em relacao à greve, eu até concordo com os principios e com o facto de se ter de lutar por aquilo que se quer... mas discordei completamente com a data, acho que deveriam ter escolhido outra data, o facto de colocar uma greve no meio de dois feriados (um nacional e outro da capital do país...) acho que nao foi boa opccao... pois no meu caso, passou a impressao de quererem tirar uma semanita de férias, com pontes e tudo, de certeza que muitos aproveitaram...
Eu sei que nao tenho nada de me estar a meter, nao é nada que me diz respeito...mas é só a ideia com que fiquei...
Beijinhos e espero que passe brevemente essa depressao no país e aí por casa :)

Elora disse...

Mamaíta: Não acho a data assim tão relevante. pior seria na semana seguinte, em plena época de exames e na semana anterior não poderia ser porque estas coisas esxigem preparação. Há duas semanas atrás a ministra ainda não tinha feito a sua brilhante proposta de estatuto e daqui a duas semanas já não haverá aulas portanto uma greve não surtiria efeito. Mas com a campanha anti-prof que grassa por aí, não me admiro que tivesses pensado o pior. Todos pensaram. E sim, era o teu bolo de chocolate que inchou e desinchou e está muito bom.

Cigana do Mar disse...

Quanto á greve ao me vou manifestar, qq nós nunca pensamos da mesma maneira!!! Quanto á depressão.... melhores dias viram.

Kiss

DIV de divertida disse...

A tal menina tinha razão.
É do tempo.

Atena disse...

A classe dos professores sempre foi muito desunida. Desde que se formou o Sindicato- independetemente das suas jdeologias polítcas foram poucos os profs que mobilizavam. Nas primeiras greves só alguns as faziam e fodos beneficiavam. E continua assim. As pessoas só rezam a Santa Bárbara quando troveja.

Cigana do Mar disse...

Então cá vai....
no meu comentário anterior eu queria escrever as seguintes palavras
à(mas escrevi á)
não(mas escrevi ao, faltou o n)
virão(escrivi viram)

desculpem sras professoras
Kiss

blogoexisto disse...

Quando o novo estatuto entrar em vigor, muitos dos que não fizeram greve acabarão por pedir uma oportunidade para se redimirem.

O novo estatuto é mau para os professores, mas é pior para os pais e encarregados de educação e, por consequência, para a sociedade! Lamentavelmente só o tampo o revelará!