sábado, junho 02, 2007

Coito Interrompido

Ontem fui ao cinema ver cenas chocantes:
À meia noite, arrastei a minha Mestre A. para um Quarteto vazio e envelhecido. O filme começou com 15 minutos de atraso. Descemos umas escadas escuras e entrámos numa sala forrada de vermelho e absolutamente vazia. Depois de nós entraram dois casais, um mais heterogéneo que o outro e sentaram-se atrás de nós. O filme começou sem que as luzes se apagassem. O homem atrás de nós levantou-se e saiu da sala para chamar alguém. As luzes apagam-se e a coisa compõe-se.
O filme, longe de escaldante, parecia prometer. Histórias interessantes e boas gargalhadas. De repente as luzes acendem-se. Aparentemente o Quarteto ainda faz Intervalo. O casal menos heterogéneo já não estava na sala.
Depois de uma visita à casa de banho, o filme recomeça. Agora menos interessante. As histórias já começadas não se desenvolvem e começam novas histórias. Histórias simpáticas, mas queria ver como prosseguiam as outras. Voltam a dar atenção à história do casal idoso. Parece prestes a ter algum tipo de desenlace. De repente surgem os créditos. Nem queria acreditar. A história não acabou! Nenhuma das histórias acabou! O raio do filme NÃO TEM FINAL!!!
A sensação de frustração ainda perdura, passadas mais de 12 horas. Ontem vi um filme fantástico, tristemente interrompido vá-se lá saber porquê. Cenas de natureza surreal.

3 comentários:

a disse...

Mas valeu a pena, confessa. Juro q fiz um grande esforço pra sair de casa àquela hora, mas passadas quase 24 horas não me arrependo. Sair é sempre saudável, com a tua excelente companhia melhor ainda. Mais uma vez, obrigada pelo convite.
Bjs, boa semana.

Elora disse...

Vale sempre a pena para estar contigo. Obrigada eu. Beijinhos.

BlueAngel disse...

Olha que ainda assim fiquei curiosa. Mas não gosto de ir ao Quarteto, porque as salas não são confortáveis. Adoro o facto de haver intervalo! :-)