segunda-feira, junho 25, 2007

Quase

Oiço a chave na porta às 5 horas. É cedo, demasiado cedo. Entras com um ar alucinado. Transpirado, de olhar vago, respiração acelerada. Pergunto-te se está tudo bem. Olhas-me como se me estivesses a ver pela primeira vez e respondes que sim. "Estou cansado, muito cansado..." Vais para o quarto e deitas-te. Pouso a mala com que me preparava para sair e preparo-te um vermute bem fresco que te levo ao quarto. Dizes-me que te levantas quando eu voltar.
Regresso a casa uma hora depois e já estás ao computador a trabalhar. Os teus dedos dançam no teclado de forma hesitante, sem certezas, quase penosamente. De vez em quando chamas-me, para clarificar palavras. Continuas com o olhar perdido. Faltam dois dias.

9 comentários:

Vanadis disse...

Prazos, esses inimigos do descanso e da criatividade...

Elora disse...

Mas está quase...

Anónimo disse...

Força mana!
4 anos já passaram...agora falta tão pouco.
Depois vamos nós, temos que pensar em fazer o mestrado, que te parece?

Vanadis disse...

Mais uns mesitos e acabo eu o meu... ;-p...mas eu não tenho outro remédio...

Vanadis disse...

Elora, gosto bastante de te ler.

BlueAngel disse...

Entao força até ao fim! Bom trabalho!!!

vitor disse...

Vermute é fino, caraças! LOL

bagaco amarelo disse...

dois dias é hoje... :)

Elora disse...

Mana anónima: mestrado... pois... vou pensar no teu caso.


Vanadis: Obrigada. Força.

Angel: obrigada, linda.

Vítor: era o que estava no frigorífico.


Bagaço: foi hoje, sim. Correu bem. Obrigada.