quarta-feira, maio 03, 2006

O melhor momento do dia

É de manhã quando saio do banho e me volto a enfiar na cama, para aquecer e criar coragem. São dez minutos de conversa, meio ensonada, meio acordada, em que fazemos planos e revemos o dia anterior. O único tempo do dia em que estamos realmente juntos, antes das crianças e dos pequenos-almoços. O momento em que ignoramos o relógio e esticamos as unidades de tempo o mais possivel. Mas nunca é suficiente e o tempo acaba por vencer. Os minutos ganham aceleração e passam a correr até sairmos de casa. Depois arrastam-se até te voltar a ver... Bolas, tenho tantas saudades tuas!

6 comentários:

Anónimo disse...

Então tens sorte!!!Ainda tu te queixas....de barriga cheia...

Vitor disse...

podes ir ver o correio à vontade :) a ameaça de perseguição com espingarda de mira telescópica era dirigida aos esquecido crónicos entre os meus amigos ;)

e já agora obrigado :)

Vodka e Valium 10 disse...

É bonito o amor :) Como eut e comopreendo, mas sem miúdos. O que me separa dela são 3000 km e o Canal da Mancha...

BlueAngel disse...

Tens muita sorte mesmo! Aproveita bem todos esses minutinhos! O amor correspondido é tão lindo...

DIV de divertida disse...

Ao fim de anos (segundo percebi...) ainda assim??
sortuda!

bigada pela visita!
jocas

Elora disse...

Olhando para os vossos comentários, se calhar é mesmo um bocadinho de barriga cheia. Mas tenho saudades de o ir buscar ao combóio ao fim do dia e jantarmos juntos.