sexta-feira, julho 06, 2007

O Príncipe e o Sapo

A nossa infância está repleta de histórias em que se beijam sapos e estes se transformam em príncipes. Em lado nenhum nos dizem o que fazer se, ao beijarmos o Príncipe, ele se transformar num sapo. Daqueles verdes, grandes e asquerosos.

13 comentários:

Vanadis disse...

Pois, infelizmente faz parte do plano, e isso não contam nas histórias. Mais vale um sapo na mão do que dois príncipes a voar... :-)

Vanadis disse...

Esqueci-me do que ia a dizer...mmm...ah! Que para acharmos um principe, primeiro temos de afocinhar nuns quantos sapos...mas tudo depende de como se vê a coisa. Há quem siga o conselho popular: enquanto não achares a pessoa certa, diverte-te com a errada...

deKruella disse...

hummmm...eu cá acho que se o principe se transformar em sapo...pode-se sempre dar uma à francesa e grelha-lo sei lá...e comer uma pernoca (nunca provei...mas até pode ser bom!)

Vanadis disse...

Brrrr eu já tive bué de pernicas de rã à frente e aquilo meteu-me uma impressão terrível. A minha cara metade comentou que "sabe a frango e tem a consistência do marisco". Eu safei-me de um pedaço de chouriça assada com um bocadinho de rã por baixo (queriam à força toda obrigar-me a comer aquilo) dizendo, ora aí está, eu detesto a consistência do marisco (na verdade odeio tudo no marisco...)!

bagaco amarelo disse...

vais comprar tabaco... se ele se transformar em sapo... :)

Elora disse...

Vanadis: Acho que mais vale sozinha que ensapada. Não quer dizer que não vás engolindo uns sapos,
mas há que reconhecê-los e seguir em frente.

Kruella: o problema é a indigistão.


Bagaço: Deixei de fumar há uns anos, não é o meu sapo e já foi comprar tabaco. O sapo. Espero que inche e rebente.

Vanadis disse...

E mai nada, mais vale sozinha do que ensapada!! Infelizmente eles andem aí...também vi um feio sapo de guardanapo a papar muitos belos jantares à conta da pobre princesa encantada, sapo do qual engoli muitos sapos, sapo sabendo eu que ele era, mas pelos vistos ele tinha lançado um encantamento qualquer que só eu via sapo, e a princesa, encantanda...mas nenhum sapo se esconde para sempre. Antes sozinha que ensapada, a princesa já não está encantada.

Anónimo disse...

Acho que essa transformação só a descobrimos depois de crescer. Contar essa história a uma criancinha é deixá-la traumatizada!
Carla

Elora disse...

Vanadis: tenho uma princesa para desencantar.

Carla: Gosto da cena de encontrar o príncipe. Se não souberes a história nunca beijas o sapo. Na volta o truque é não beijar o príncipe.

BlueAngel disse...

Sapos que se transformam em principes??? Onde ??? Onde??? lol

Vanadis disse...

Pois, essa é a parte pior, desencantar a princesa. E pior é quando a princesa é a tua irmã e sabes certas coisas que não lhe vais poder contar, para não a desencantar ainda mais...não quero que deixe de acreditar em fadas...nem em principes.

Elora disse...

Angel: É uma questão de ires beijando os sapos. Eles andam aí.


Vanadis: Ao menos eu tenho a vantagem de nunca ter visto a vil criatura.

Mel e Lily disse...

Não acho que a gente beije principes e eles beijem sapos, na verdade eles eram sapos disfarçados de principes, esperando uma boba se apaixonar completamente por ele pra, enfim, mostrar que é de verdade...