sexta-feira, abril 11, 2008

Bipolar

Às vezes penso como é estranha a influência do tempo nos meus estados de espírito. Já aqui escrevi sobre dias frios a congelarem-me a alma, dias quentes a aconchegarem-me o espírito, chuva irritante e enervar-me. Já aqui culpei o clima de tudo e mais alguma coisa. A verdade não é tão linear como isso e consigo estar feliz em dias de chuva e triste em dias de sol, mas a temperatura, de facto, predispõe-me o humor. E se isto implica cara fechada no Inverno, também implica dias de sorrisos radiosos no Verão. O problema são estas estações intermédias, que não são carne nem peixe, em que insidiosos raios de calor irrompem por entre nuvens, interrompendo as chuveiradas e fazendo-me piscar os olhos. São dias de humores variados em que, verdade, verdadinha, nem sei como me sinto. E muitas vezes passo-os a desejar ardentemente não me sentir...

2 comentários:

Ofland disse...

É isso, as constipações e as alergias!

Winter disse...

Conheci-te no Inverno. Vi sorriso e peito aberto. Cara fechada? Não dei por isso.
A chuva pode lavar a alma e o sol queimar o riso.
Flutuar num tornado de humores pode ser divertido se te deixares ir... quase como andar na montanha russa: dá frio na barriga, gritas, a adrenalina sobe e quando finalmente acaba as pernas tremem e quase cais... para logo a seguir dar mais uma voltinha :)